PRA FECHAR 2008

dezembro 30, 2008

caros-amigos1

Hey Rockers!

Está é a minha última tiração de onda de 2008. Fiquei muito feliz em ver o Grosseria Refinada sendo resenhado pela Revista Caros Amigos de dezembro e resolvi compartilhar com vocês. A scaneada não ficou muito boa, mas dá pra ler. Aproveito para agradecer aos poucos jornalistas que dedicaram espaço para noticiar meu livro: Sérgio de Sá no Pensar, Daniela Paiva no Correioweb, Pedro de Luna no JBLOG Quadrinhos, Adreana de Oliveira no Correio de Uberlândia e o Renato Pompeu na Caros Amigos.

Mandei meu livro para outras pessoas que errôneamente considerei pertinentes, não cometerei este engano novamente quando lançar material novo.

Meus sinceros agradecimentos a todos que compraram meus livros e que se divertiram com minhas historinhas no https://esfolando.wordpress.com

Um 2009 FODÃO pra todos!

 

Eu e uma gata que conheci em Maceió

Eu e uma gata que conheci em Maceió

Anúncios

BALANÇO COM MAIS KAYA

dezembro 27, 2008

CAPA DO GROSSERIA REFINADA

CAPA DO GROSSERIA REFINADA

O ano de 2008 está chegando ao fim e resolvi fazer um breve retrospecto. Pra mim, esse ano foi bem equilibrado entre música e literatura. Lancei o “Grosseria Refinada” meu famingerado 2° livro. Viajei até São Paulo para pregistiar dois eventos literários: a entrega do 20° Troféu HQMIX e a 20° Bienal do Livro. Comecei a colaborar no blog “facada leite moça”, fazendo com que eu tomasse gosto pela coisa e criasse o meu próprio blog. Fui até Uberlândia a convite da produção do Festival Jambolada para um debate sobre música e literatura. Comecei a desenhar um pouco mais e um pouco melhor. Pra fechar a conta, fui um dos finalistas do Concurso de Contos infantis realizado pelo SESC-DF com direito a publicação em coletânea.

Também teve muito rock. Fui pro Festivais Bananada (GO), Vi Suicidal Tendencies e Biohazard no Makinaria (SP), Teve o Porão do Rock que foi foda (ver Suicidal duas vezes no ano foi deveras agradável). Já mencionei o Jambolada (MG) onde fui a serviço, mas me diverti muito. Presenciei o Goiânia Noise (GO) com o Helmet. Não poderia deixar de citar os bons shows do Quebraqueixo e patrocínio do FAC para a gravação do nosso 2º disco. 2009 promete! 

CINCO VIAGENS PRA SÃO PAULO

CINCO VIAGENS PRA SÃO PAULO

O PALCO BAIXO DO BLACK OUT DIFICULTAVA A VISÃO DO SHOW

O PALCO BAIXO DO BLACK OUT DIFICULTAVA A VISÃO DO SHOW

Eu estava mesmo precisando de uma dose extra de rock pesado para aguentar 10 dias de axé em Maceió. Fui devidamente medicado neste sábado, 13 de dezembro com uma bela apresentação do Raimundos. A escolha do lugar não foi muito feliz, mas pelo menos 500 pessoas compareceram no Black Out. O palco baixo e estreito me fez sentir saudades dos mega palcos onde o Raimundos se apresentava. Guiminha fez o milagre da sonorização e no fim das contas, todos se divertiram. Muito pogo, mosh, stage dives e camisetas rodando no ar durante as quase duas horas de clássicos raimundianos. A surpresa ficou por conta de Pablo Abrantes, filho do Rodolfo que subiu ao palco e cantou “Mulher de Fases” com a banda. Acho que o muleque vai levar uns puxões de orelha do pai. “Puteiro em João Pessoa” fechou a conta, mostrando que a banda faz um dos melhores shows do cenário nacional. Muitas músicas estão com arranjos diferentes, o que significa que a banda continua evoluindo. Apesar de estarem um pouco afastados da mídia e de muito idiota falar merda, Digão, Canisso, Caio e Marquinhos estão com muito fôlego pra continuar deixando as bandinhas da moda no chinelo. Pau no cu do rock frouxo!

DIVERSÃO GARANTIDA PRA TODA FAMÍLIA

DIVERSÃO GARANTIDA PRA TODA FAMÍLIA

 

Ps: como falei, vou tomar um banho de mar em Maceió pra começar o ano de alma lavada e só volto a postar lá pro dia 28 de dezembro. Aproveitem pra olhar as postagens antigas. Até!

SOBROU ROCK EM BRASÍLIA

dezembro 9, 2008

Autoramas a 300 km/h no Arena

Autoramas a 300 km/h no Arena

De quarta-feira a domingo da semana passada houve uma enxurrada de eventos de rock em Brasília. Eu, que fico feliz quando tem pelo menos um show bom no fim-de-semana, quase que não consigo acompanhar a maratona. Os números são impressionantes: nestes cinco dias rolaram pelo menos oito shows importantes no DF. Eu consegui ir a cinco, um em cada dia, devo ter tentado assistir a pelo menos 25 bandas e de jeito nenhum eu conseguiria falar de todas elas.

Comecei na quarta-feira, a primeira noite do Festival Na Rota Do Rock com o Galinha Preta no UK Brasil. Na Quinta-feira, foi a vez de me apresentar com o Quebraqueixo no Blues Pub de Taguatinga, foi massa ter tocado no Festival N.R.D.R com o ARD. Ainda teve a ilustre presença do jornalista Zé Carlos Vieira, que me mandou um abraço na coluna “Fala Zé” no Correio Braziliense deste sábado. Na sexta-feira fui assistir o Autoramas. Montei banquinha com livros, CDs e camisetas que foi sucesso. No sábado, matei saudades de ver os show d’Os Cabeloduro, com formação original no Gates fechando o Na Rota Do Rock em grande estilo.

Lobotomia é a forma de cura no Black Out

Lobotomia é a forma de cura no Black Out

Encerrei o domingo com o Lobotomia no Black Out. Novamente montei banquinha e faturei, Natal né? Como eu ainda não resolvi o problema de estar em dois lugares ao mesmo tempo, não fui na sexta-feira no Black Out, nem no Gama que teve shows na sexta e no sábado. Agora é descansar os “ouvidos esfolados”.

 

Camisetas em Quadrinhos

dezembro 5, 2008

Modelo choque de gerações por Fido Nesti

Modelo choque de gerações por Fido Nesti

Pra quem gosta e valoriza os quadrinistas brasileiros, vai aí uma boa opção de presente para o fim de ano. São camisetas de alta qualidade com estampas exclusivas, desenhadas especialmente para a marca “Este Lado Para Cima”, a mesma da polêmica camiseta “Peidei, mas não fui eu”. Agora a marca ataca com criações de Allan Sieber, Fido Nesti, Adão, Laerte, Chiquinha e Caco Galhardo. O copyright é respeitado e toda camiseta vendida paga direitos autorais aos seus autores.

Talk Show do Bola 8 por Allan sieber

Talk Show do Bola 8 por Allan sieber

 As fotos ilustram apenas uma pequena parte da produção. São tiragens limitadas no modelo masculino e feminino e com tamanhos P, M, G. As cores variam de acordo com a estampa. Estou representando a marca aqui em Brasília com pronta entrega, quem tiver bom gosto e interesse é só falar comigo no evandro.esfolando@hotmail.com (61) 9213-7582.

O coelho da má sorte por Allan Sieber

O coelho da má sorte por Allan Sieber

na-rota-do-rock-bsb1-215x300

Começa hoje e vai até sábado o Festival Na Rota do Rock Brasília. O Quebraqueixo toca na quinta-feira, dia 4 de dezembro no Blues Pub em Taguatinga. Os produtores, em atitude ousada, fizeram uma programação misturando bandas de vários estilos. O Quebraqueixo agradece a iniciativa e deseja sucesso nesta empreitada. O Festival é uma produção conjunta dos sites:

http://www.rockbrasilia.com.br

http://www.narotadorock.com

http://www.cult22.com

 

Programação:

 

Dia: Quarta-feira, 3 de dezembro
Local: UK Brasil Pub (411 Sul, Bloco B, Brasília-DF) – Tel: (61) 3346-5214
Horário: 21h30
Bandas: The Pro, Galinha Preta, Watson e Bois de Gerião

Dia: Quinta-feira, 4 de dezembro
Local: Blues Pub (QS 3, Lote 13, Loja 2/A, Taguatinga-DF) – Tel: (61) 3352-3031
Horário: 21h30
Bandas: Brown-Há, Pelicanos da Lua, Quebraqueixo e ARD

Dia: Sexta-feira, 5 de dezembro
Local: Blackout Bar (Clube da Asceb, 904 Sul)
Horário: 21h30
Bandas: Terror Revolucionário, Os The Los, Superquadra, Rafael Cury & The Booze Bros, Detrito Federal e Etno

Dia: Sábado, 6 de dezembro
Local: Gate´s Pub (403 Sul, Bloco B, loja 34) – Tel: (61) 3225-4576
Horário: 21h30
Bandas:Alcoopop, Bruto, Macakongs 2099, Gilbertos Come Bacon e Cabeloduro

Ingressos (por noite): R$ 7,00 (até 22h30) e R$ 10,00 (após)