Na terça-feira passada rolou a primeira edição do Rock Sem Fronteiras de 2010. DFC e Deceivers fizeram a festa no palco do Teatro Garagem do SESC 913 sul. A abertura do evento ficou a cargo da banda Hellena. O Garagem mais uma vez ficou lotado demonstrando que o projeto é um sucesso e que já faz parte do calendário roqueiro da cidade. O Projeto Rock Sem Fronteiras acontece sempre na última terça-feira do mês e bandas interessadas em participar, devem entrar em contato com a produção através do Orkut. Os shows são gratuitos, mas pede-se a doação de um livro ou gibi para a formação de bibliotecas públicas.

Anúncios

GAROTAS DO BARULHO

fevereiro 22, 2010

No sábado passado, as garotas roqueiras botaram pra quebrar. A 5º edição do Festival Quaresmada homenageou as mulheres, selecionando bandas que possuíssem pelo menos uma mina na formação. Para esse evento, a equipe do Zine Oficial convocou Terror Revolucionário, KAR, Dog Savanna, Os Delatores, Bonecas de Trapo e Estamira para se apresentarem na praça central do Conic. Eu esqueci minha câmera e acabei tirando um monte de foto ruim no celular. As que salvaram foram essas da Bonecas de Trapo e da Estamira.

Segunda-feira foi meu day off da folia. Na terça gorda, fui no churrasco de despedida da banda Gonorants. Eles estão indo tentar a sorte em São Paulo e eu boto muita fé que esse é o caminho certo. Uma ralada na cidade grande fará muito bem pro crescimento da banda e eu desejo sorte aos intrépidos amigos.

No fim da tarde, desabei pro CEDEC, onde estava rolando o último dia da programação de rock organizada pelo Ronan. Dessa vez, com rock barulhento do jeito que eu gosto. Como eu estava na função de camelô, só deu pra ver uns pedaços dos shows do Licor de Xorume (PA), Podrera, The Insult e Os Maltrapilhos. Fotos das bandas na sequencia.

Meu carnaval roqueiro começou na sexta-feira à tarde quando eu e o Caniço fomos na residência do Biu para um “Café Copaíba”. Lá encontramos a banda Zeferina Bomba que acabara de chegar de João Pessoa a bordo de um Fiat Uno. Lá ouvimos um vinil do DK “Live in San Francisco 1985” e o novo CD do Zeferina.

 

Mais a noite, eu Biu e Roberta fomos no “Grito Rock Taguatinga” promovido pelo Coletivo Cultcha. Chegamos na Praça do Relógio já perto do evento acabar. Só vi o final do show do 10zero4 e o show dos amigos goianos do Cicuta. Tinha até uma galerinha animada lá. A estrutura estava legal, mas o som podia estar melhor.

 

Na noite seguinte, curti muito o show o Zeferina Bomba. Eles transmitem muita energia no palco e realmente tiveram a manha de mexer com o público, principalmente num cover do Nirvana.

Depois foi a vez da banda paraense Delinquentes tocando um HC diretão. Eles estão lançando um CD novo chamado “Indiocídio” e agradaram geral.

 

Quem fechou a noite foram os brasilienses do Terror Revolucionário. Lógico que o Felipe CDC tinha que dar uma sacaneada no Arruda e nos demais envolvidos no Mensalão do DEM(o). Terminamos a noite com pizza de R$1,00 e ainda passamos numa festa num boteco do Pistão Sul.

  

No domingo, fiz jornada dupla. Primeiro passei no CEDEC onde estava rolando show de bandas emo organizado pelo Ronan. Antes terminar a segunda banda, deu vontade de chorar e eu casquei fora. Fui pro Círculo Operário no Cruzeiro onde o CDC estava produzindo o show da banda americana Master. A banda é bem boa e o rock é pesado de verdade. Pena que não deram muitos pagantes.

 

Voltando pra casa, me deparo com a inusitada cena: um bando de moleque bebum só vestindo fraldas descartáveis na L2. Coisas do carnaval.

MUERTEEN DE CARNAVAL

fevereiro 14, 2010

Está cada vez mais difícil dar vida (ou morte) aos amigos Vêrica e Mortom. Eles sobrevivem (ou sobremorrem) graças aos feriados nacionais, então aproveitem! Estou no meio de uma maratona de rock em Brasília em pleno carnaval. Em breve farei um apanhado dos melhores momentos desses dias de Momo. Peguem leve na birita e não esqueçam a camisinha!

JOÃO GORDO E DFC NO BURITI

fevereiro 11, 2010

Ontem eu assisti ao meu primeiro show de rock do ano. E quem diria que seria tão divertido. Em frente ao Palácio do Buriti, cerca de 300 jovens se reuniam para protestar contra o governador Arruda, o vice P.O. e todos os envolvidos no esquema de corrupção da operação “Caixa de Pandora”.

 

Segundo o jornal Correio Braziliense, 150 policiais cercaram o Palácio para evitar uma invasão. Não ouve confronto e o bom humor marcou o protesto, principalmente quando os policiais se deslocaram para a beira da pista oposta e ouviram os manifestantes gritarem “VOCÊ AÍ FARDADO, TAMBÉM FOI ROUBADO!”. Aliais, as orelhas do Arruda devem ter fritado com tantas slogans contra o seu governo do tipo: “ARRUDA NA PAPUDA E PO NO XILINDRÓ!”, “ARRUDA, CADÊ DE VOCÊ? EU VIM AQUI PRA TE FUDÊ!” e o tradicional “QUEM NÃO PULA É ARRUDISTA” fazendo todo mundo literalmente tirar o pé do chão. Quase 18h quando chega um trio elétrico com a banda DFC e João Gordo tocando o terror. Além de xingar constantemente o governador, Gordo ainda jogava dinheiro falso pelo ar e ficou zoando um boneco de papel do Arruda.

 

(Gordo com um gibi do Quebraqueixo na mão)

Em certo momento, os manifestantes invadiram a pista, fazendo com que carros parassem. Os jovens simplesmente sentaram no asfalto do Eixo Monumental e os policiais tiveram que desviar o tráfego. Mesmo com esse pequeno transtorno, o protesto contou com a participação dos motoristas que buzinavam e acenavam apoiando a manifestação. Depois, mais da metade dos manifestantes seguiram a pé até o STF e o restante ficou curtindo o HC por mais um tempo. Quando eu fui pegar meu carro no estacionamento atrás do Palácio, vi que o trio elétrico estava parando lá perto. Fui cumprimentar o Gordo quando ele desceu e perguntei se “por causa do programa novo de TV, ele viria perturbar mais vezes aqui em Brasília?”. Ele respondeu que “deve baixar aqui na cidade, pelo menos uma vez por mês”. Eu e o “MOVIMENTO FORA ARRUDA” queremos mais protestos divertidos como este.

Assista aos vídeos!

Vídeo do trio elétrico chegando no Palácio do Buriti

Vídeo onde os manifestantes invadem a pista e sentam no asfalto enquanto DFC e o Gordo tocam Ramones.

Vídeo onde o Gordo finge estar fudendo um boneco de papel do Arruda.

Você já viu o DFC e o João Gordo num trio elétrico? Quer protestar contra o Arruda e PO? Se a primeira resposta foi um “NÃO” e a segunda foi um “SIM”, você tem que ir nessa quarta-feira (10/02), partir de 16h em frente ao Palácio do Buriti. João Gordo e Marcos Mion estarão gravando imagens e entrevistas para um novo programa da Rede Record. Acho que vai render umas boas risadas, isso se o Arruda não mandar a polícia descer a borracha no povo.

 Essa imagem é a capa do compacto split do DFC e NEK lançado recentemente no Japão. A arte da capa e HQs do encarte ficaram a cargo da crew da Revista Samba.

ESFOLANDO UM CURTA METRAGEM

fevereiro 6, 2010

Esses dias eu estava olhando o site do Cult 22, quando me deparo com um curta metragem que eu e o Phú participamos fazendo papel de roqueiro. Acho que isso tem uns 5 o 6 anos, eu nem me lembrava mais. O curta se chama “Diálogo” e foi dirigido por James Fensterseifer. É divertido! Assiste aê!

UNO & DUO E CAMELÔ

fevereiro 2, 2010

Sábado passado, só alguns amigos e chegados tiveram o espírito para comemorar o Dia do Quadrinho Nacional. O camelô que o Esfolando Empreendimentos e a crew da Revista Samba montaram na frente da Kingdom Comics foi o único acontecimento em Brasília para não deixar a data passar em branco. Foi tudo feito correndo e com pouca divulgação, mesmo assim foi bacana. Apareceram umas meninas bem legais que compraram bastante e uns caras espertos que arremataram quase todo o nosso variado estoque de material exclusivo. Deu pra perceber que a cena de quadrinhos em Brasília é pequena, mas isso não vai nos desanimar. Já começamos a pensar em fazer uma coisa maior para o ano que vem.

Estamos com camisetas novas de tiragem limitada. Reserve a sua imediatamente!