ESFOLANDO O PORÃO DO ROCK 2010 – PARTE 1

setembro 15, 2010

Pra não dizer que eu cheguei atrasado no Porão do Rock, duas da tarde eu já estava lá, batalhando por pulseirinhas.  Foi bom chegar cedo e ver como funciona e o tanto de trabalho que dá fazer um evento desse porte. Debaixo de um sol impiedoso, uma centena de operários erguia um templo de aço para a celebração anual do rock em Brasília.  De quebra, assisti à passagem de som do Autoramas e ainda ganhei da amiga Vanessa, um protetor de ouvidos e um vidrinho de pimenta da Chilli Beans.

(foto de celular)

Depois que o Raul e o Ceará liberaram as “credences”, logicamente voltei pra casa e só reapareci às 21h. Ao cruzar o portão de acesso, tive a infeliz surpresa em ver que uma banda que eu acho Mó Merda ainda estava tocando. Corri pro ginásio, e pra minha alegria, Death Slan estava arregaçando. 20 anos de zoada não é pra qualquer um, que o diga o semi-senil CDC, mostrando pra todos, que os roqueiros podem chegar à terceira idade com muita dignidade.

 

Quando saiu a programação oficial do Festival, uma das poucas bandas que eu realmente tinha vontade de assistir era o Sick Sick Sinners, um Psichobilly curitibano bonzão, que eu já tinha visto no Jambolada em 2008. A única coisa que quase tirou o brilho da apresentação foi uma briga besta.

 

Quem deu continuidade à alegria rockabilly (só que menos hardcore) foram os argentinos do Los Primitivos. Bem bom o som dos portenhos.

 

Enquanto rolava a troca de palco, fui dar um role! E que role! Ir do Palco Pílulas ao Palco Chilli Beans exigia preparo físico, pois a distância entre eles era considerável. Pelo menos nenhum palco interferia no som do outro. A meu ver, o problema maior do Porão era decidir qual show assistir, já que três bandas tocavam simultaneamente. Foi por isso que assisti só um pouco do show do GOG e optei ver o sempre impecável show do Autoramas. Cheguei no finalzinho da participação de Érika Martins na “Música de amor”. Gabriel e Bacalhau que me desculpem, mas o Troféu Esfolando na categoria “Destaque da Avenida” fica com a baixista Flavinha, que agita pra caramba e é super fotogênica.

 

Depois eu tive que ir embora porque tava com sono e tinha que acordar cedo. MENTIRA! Fiquei quase até fechar o “portão do rock”. As bandas mais pesadas e bizarras ficam pro próximo post. Tem um texto meu sobre o Porão, ilustrado pelos caras da Revista Samba e com fotos da Carol de Góes no http://revistasamba.blogspot.com/ .

Fotos, vídeos e texto por: Evandro Esfolando

Anúncios

Uma resposta to “ESFOLANDO O PORÃO DO ROCK 2010 – PARTE 1”

  1. fotogênica, é?
    hehehe.
    sei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: