DIA DO QUADRINHO NACIONAL

janeiro 30, 2014

No dia 30 de janeiro de 1869, o ítalo-brasileiro Ângelo Agostini publicou a primeira história em quadrinhos do Brasil. A data será comemorada em Brasília na FEIRA de GIBIS. Os quadrinistas e artistas gráficos da cidade se reunirão em uma feira de publicações independentes onde mostrarão seus trabalhos para o público e trocarão experiências com seus pares. É uma ótima oportunidade pra conhecer a atual cena brasiliense de histórias em quadrinhos e zines. O evento é gratuito e tem classificação livre.

CATAZ APOIO 3 WEB

FEIRA DE GIBIS

janeiro 28, 2014

FEIRA de GIBIS pra comemorar o Dia do Quadrinho Nacional. Será na Galeria da Faculdade de Artes Dulcina de Moraes. Apareça!

FEIRA de GIBIS ok WEB

PRIMEIRO ROCK DO ANO

janeiro 14, 2014

Meu primeiro show de rock em 2014 foi no domingo passado (12/01). Posso dizer que me surpreendi de várias formas. Tudo nesse “showzinho” era curioso: o evento foi divulgado só no facebook pra pouca gente; o local anunciado era obscuro: perto do Clube do Choro; entre as atrações, uma banda francesa. Tudo sem apoio e de graça. Foi a primeira vez que vi uma GIG 100% DIY, ou melhor, Do It Together. Pra começar, cheguei no local sem saber o que era aquela construção. Parecia um estacionamento inacabado, ao lado do Cube do Choro. Então, o que rolou foi uma ocupação informal de espaço público abandonado. A falta de energia elétrica foi superada com dois pequenos geradores que suportaram todo o equipamento de palco para quatro bandas e inventiva iluminação meio natalina. Foi tudo emprestado das bandas e simpatizantes da causa. E mesmo com divulgação fraca, mais de 200 pessoas apareceram. Montei minha mesa com livros e gibis, ao lado de camelôs de discos, zines e comida vegana, mas é logico que os “tios” da cerveja é que faturaram mais. Vi só o fim da apresentação do duo guitar/vocal e bateria Delyrics in Kaksi. Depois foi a vez do Terror Revolucionário, que fazem aniversário de 15 anos de HC no mês que vem (assista o vídeo do André Totors). A atração gringa veio do sul da França: a banda Alarm são dois caras e duas minas tocam um punk rock bem na manha e original. Fechando com o interessante Gracias Por Nada. Quando acabou o show, o pessoal se mobilizou pra desmontar as paradas e guardar nos carros. Fiquei feliz em ver isso acontecer, principalmente aqui em Brasília, onde o público ficou viciado em shows “de graça” no museu, com montes de atrações merda com cachês milionários pagos pelo GDF com o nosso dinheiro. Ver uma iniciativa dessas, completamente sem fins lucrativos, me faz ter esperança de que existam novos caminhos para o rock na cidade. Dou meus sinceros parabéns pra essa moçada que realizou o evento, não deve ter sido fácil, mas foi muito divertido. Faço votos que continuem e que esse novo modelo de cooperativa seja utilizados por outras bandas.

ESFOLANDO O BLACK SABBATH

janeiro 2, 2014

Resenha inédita pra começar o ano: show do Black Sabbath em Belo Horizonte!

Black sabbath WEB